Com voto decisivo do Presidente da Câmara Adilson Geltner, vereadores derrubam Projeto de Lei

4781
Foto: Ilustrativa
Foto: Ilustrativa

A Câmara Municipal de Vila Valério votou nesta quinta feira, 16 de novembro de 2017, em caráter de urgência, o Projeto de Lei 041/2017, que  tinha como objetivo permitir o executivo municipal valeriense  a abertura de crédito suplementar no orçamento municipal  vigente, dando assim melhores condições a gestão municipal a flexibilizar e assim atender as demandas das áreas que mais necessitam na gestão pública.

O Projeto de lei foi rejeitado pelos Senhores vereadores por um placar de 5 votos a 4, onde o Presidente do Legislativo de Vila Valério Adilson Geltner teve papel fundamental dando o voto de minerva e derrubando assim o projeto de lei e de certa forma de acordo com um funcionário da municipalidade, isso deve engessar a gestão dos recursos, dificultando muito para o executivo municipal cumprir compromissos e fazer novos investimento.

O prefeito Robinho Partelli enfrenta uma oposição unida que nesse caso votou em massa contra esse projeto que de acordo com o prefeito é de suma importância para manter as necessidades básicas do município.

Votou SIM- (A FAVOR DO PROJETO):  Beto Dubbersten, Ricélio Linhares, Miguel do Deco e Darcy Ribeiro.

Votou NÃO- (CONTRA O PROJETO): Artulino, Cassimiro Brumatti, Claudio Bins, Flávio Caetano, e o presidente da casa Adilson Geltner.

Basicamente, a verba suplementar dá direito ao prefeito de “mexer” no dinheiro sem pedir autorização aos vereadores. Todo o dinheiro que entra nos cofres públicos precisa de dotação para ser gasto. O prefeito tem que enviar um projeto à câmara, pedindo autorização para gastar esse dinheiro. Com a suplementação orçamentária,Robinho não terá liberdade de tirar verbas destinadas a uma determinada secretaria e aplicar onde quiser, limitado agora o orçamento.